Investir na formação docente é fundamental

Da Redação do Todos Pela Educação

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão do Ministério da Educação (MEC), divulgou uma nota da presidente da entidade, Malvina Tuttman, comentando os resultados da Prova ABC (Avaliação Brasileira do Final do Ciclo de Alfabetização/2011).

Confira o texto na  íntegra.

A Prova ABC mostra qual o estágio do processo de alfabetização no País e desafia o MEC a investir mais ainda nos três primeiros anos do Ensino Fundamental, com o objetivo de cumprir a meta do Plano Nacional de Educação (PNE) 2011-2020 de que todas as crianças saibam ler e escrever até os 8 anos de idade.

Para tanto, o ministério tem orientado os sistemas educacionais para que esse período seja considerado o ciclo da alfabetização. Os resultados apurados pela Prova ABC e também nas avaliações do Inep revelam que as crianças estão melhores em leitura e escrita do que em matemática.

Detectamos nos resultados sobre leitura e escrita reflexos do programa Provinha Brasil de língua portuguesa, desenvolvido pelo MEC e Inep, que é realizado pelas escolas desde 2008. O programa já foi ampliado e, no segundo semestre de 2011, realizamos a primeira Provinha Brasil de matemática.

Os jogos de alfabetização e as coleções de literatura infantil do Programa Nacional de Biblioteca Escolar, distribuídos para todas as escolas públicas que atendem alunos dos anos iniciais do Ensino Fundamental de nove anos, são parte das ações que objetivam aprimorar a qualidade da Educação das crianças.

O MEC continuará a desenvolver políticas publicas na formação docente, como o Pró-Letramento em língua portuguesa e matemática, na produção de jogos de alfabetização e matemática, elaboração de livros didáticos destinados ao ciclo da alfabetização, em programas de leitura, elaboração de livros didáticos e no sistema de avaliação da Educação Básica para o fortalecimento da alfabetização.