ACONCHEGO

A palavra “aconchego” normalmente nos lembra colo, abraço, carinho. Porém, pode significar também um ambiente acolhedor, que nos recebe, nos envolve, nos faz sentir bem. Percebemos isso quando entramos numa casa bem cuidada, decorada com amor e carinho, num restaurante pensado para satisfazer seus clientes não só pelo estômago mas também pelos olhos.

O ambiente escolar também deve ser agradável, proporcionar harmonia e funcionalidade, não apenas para os alunos, mas para todos que fazem parte da instituição escolar. As instituições de ensino, principalmente as públicas, normalmente possuem uma estrutura física que não foi adquirida por decisão dos educadores porém, é nesse lugar que profissionais e crianças passarão a maior parte do seu dia. Portanto, a prioridade deve ser a sensação de bem-estar, tornar o lugar acolhedor e com o decorrer do ano letivo, realizar modificações de acordo com as necessidades do grupo.

Escola limpa, bem conservada e equipada, com espaços adequados, equipe comprometida e comunidade atuante. Todos esses fatores são parte do que se entende por uma boa escola. O que deve ficar bem claro é que toda essa busca por ambientes acolhedores é para que se efetive a aprendizagem, porque é esse o objetivo principal da escola. Mas o que ensina cada um de seus espaços? Salas de aula, refeitórios, quadras esportivas, corredores e banheiros? Se os alunos vêem que o banheiro está sempre sujo, se sentem menos estimulados a cuidar da higiene. Se as paredes estão descascando, há sujeira pelo chão, mais dificilmente os alunos colaborarão.

Não apenas “olhar” mas “enxergar” é que faz a diferença para manter os lugares – casas, lojas, restaurantes, escolas – atraentes e gostosos de ficar. E o que mais queremos como pais e educadores é que nossas crianças e jovens amem suas escolas!

No COLÉGIO BOM PASTOR em Curitiba, as diretoras Liliane e Vera e a  professora ELISE coordenaram a pintura de gravuras nas paredes das salas tornando-as lindas e únicas!