INÍCIO DAS AULAS = CAOS NO TRÂNSITO?

Em fevereiro as cidades voltam a rotina normal com o início das aulas, que influenciam os horários, o trânsito, os humores. Por isso é importante prepara-se com tranquilidade sabendo que será assim o dia-a-dia pelos próximos 10 meses do ano.

Acordar mais cedo não é só para os alunos, para os pais, para os professores e educadores, mas para todos, afinal, o tempo gasto até o local de trabalho com certeza vai aumentar. Melhor levantar 15’ antes e iniciar o dia organizadamente do que, fazer tudo às pressas e irritar-se logo cedo. Lembre-se: os pais precisam deixar os filhos na escola, principalmente os pequeninos, e para tanto o movimento nesses locais será mais intenso e lento. Se você não tem muita paciência para esperar, procure caminhos e horários alternativos que desviem os congestionamentos.

Já os pais e as instituições de ensino precisam conversar, criar regras e normas de trânsito para entrada e saída dos alunos e respeitá-las, minimizando os transtornos e facilitando a vida de todos. Lembrar que estamos falando de EDUCAÇÃO na sua essência e as crianças se educam principalmente pelo exemplo, pelo modelo. Então, o “espelho” deve ser muito bom! Se somos intransigentes, queremos pensar só em nosso conforto e benefício pessoal, passamos esses princípios aos pequenos e eles crescem agindo assim em diversas situações. Portanto, a palavra chave é: orientação!

 No CMEI VILA REAL, a Diretora Sônia Aparecida Catini de Lima, equipe de professores, educadores e funcionários, além de orientarem os pais e as crianças, adquiriram cones sinalizadores para organizar a entrada e a saída dos alunos. Com a delimitação, os pais que chegam a pé, de carro ou com carrinhos de bebê tem acesso facilitado e o respeito no trânsito é ensinado desde cedo. Assim, estão conseguindo melhorar a chegada e a saída dos pequenos!

 

 

Elaine Esmanhotto Bareta

Pedagoga

 

2 pensamentos em “INÍCIO DAS AULAS = CAOS NO TRÂNSITO?”

  1. Agora está tudo calmo, nem parece que estamos em Curitiba, sem trânsito, sem aquela loucura toda.
    Precisamos realmente de organização frente as instituições de ensino, concordo que sem orientação não teremos resultado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *