Ditos

ditos-popularesConheça um pouco mais a forma correta de falar nossos DITOS POPULARES, bem como o sentido de muitos deles!

7. Favas contadas

De acordo com Câmara Cascudo, antigamente, votavam-se com as favas brancas e pretas, significando sim ou não. Cada votante colocava o voto, ou seja, a fava, na urna. Depois vinha a apuração pela contagem dos grãos, sendo que quem tivesse o maior número de favas brancas estaria eleito. Atualmente, significa coisa certa, negócio seguro.

6. Dito popular: “Enfiou o pé na jaca”                                                                                                  O correto é: “Enfiou o pé no jacá” (No livro ‘Suíte gargalhadas’, o músico Henrique Cazes explicou a origem da expressão pouco conhecida: “A origem dessa denominação do pileque remonta aos tempos em que os bares tinham, na parte da frente, cestos com frutas e legumes. E era nos cestos de palha, chamados jacás, que ficavam os artigos à venda. Quando alguém bebia demais, ao sair, enfiava o pé no jacá”).
5. Dito popular: “Quem tem boca vai à Roma”                                                                              O correto é: “Quem tem boca vaia Roma”.
4. Dito popular: Esse menino não pára quieto, parece que tem bicho carpinteiro”      O correto é: “Esse menino não pára quieto, parece que tem bicho no corpo inteiro“.
3. Dito popular: “Batatinha quando nasce, se esparrama pelo chão”
O correto é: “Batatinha quando nasce, espalha a rama pelo chão”
2.  Dito popular: “Quem não tem cão, caça com gato”
O correto é: “Quem não tem cão, caça como gato” (Ou seja, sozinho)
1. Dito Popular: “Cuspido e escarrado”. (alguém muito parecido com oura pessoa).                                                                                                                                                        O correto é: “Esculpido em carraro”. (tipo de mármore).